Investindo nas ações da bolsa de valores

 

Você provavelmente já deve ter escutado falar na bolsa de valores, mas a maioria das pessoas não sabem o que, de fato, significa. Bom, a bolsa de valores é um mercado organizado onde os investidores fazem a negociação de ações de sociedades de capital aberto, seja ela pública ou privada. Dentre outros valores mobiliários. A bolsa de valores de São Paulo (BM&FBOVESPA), mais conhecida como B3, é a bolsa de valores oficial do Brasil. E ela fica em São Paulo. Antigamente tínhamos em mente que para se investir na bolsa de valores era necessário fazer parte daquelas pessoas que se reúnem, ficam com uns aparelhos, no formato de um telefone enorme, no ouvido e uma gritaria enorme.

Essa é a visão de muita gente. Mas com o avanço da tecnologia muitas coisas mudaram, e isso também mudou. Apesar de ter que acompanhar tudo o que acontece, caso você tenha interesse em investir seu capital em ações na bolsa de valores, hoje em dia a maioria das coisas são realizadas via internet. O que facilita demais as coisas e torna tudo menos burocrático. Para você começar a investir na bolsa de valores é importante que tenha uma conta em alguma corretora. Caso não tenha é bom que procure uma de sua confiança, ou que peça indicação para alguém. Após isso terá que fazer um cadastro e começar a colocar seu dinheiro nessa conta. Depois, só começar a investir. Parece super fácil, mas é necessário tomar alguns cuidados quanto a isso.

uma imagem sobre investimentos

 

O mercado financeiro varia muito e para você não ter surpresas desagradáveis, é bom que você busque o máximo de informações possíveis sobre a ação em que você vai comprar. Isso fará com que você saiba exatamente onde está aplicando seu dinheiro. Tem gente que acha que é jogar o dinheiro ali e esperar. Não é! Primeira, que acompanhar o mercado financeiro faz com que você tenha noção de como ele anda ultimamente, sabendo assim se pode investir naquele momento mais ou menos dinheiro. Isso diminui os riscos de perda. Agora, se você não tem tempo para acompanhar essa rotina é melhor ter uma corretora onde a mesma te ofereça esse tipo de serviço.

Obviamente terá uma taxa, mas se você não tem disponibilidade para acompanhar, é melhor que pague para que essa pessoa faça isso por você. Assim poderá ficar tranquilo em relação ao mercado financeiro. E outra, se você tem amigo ou conhecido que já seja um investidor é legal que tenha uma conversa com ele, pois quem já está nesse meio sabe melhor como as coisas acontecem na prática. E uma ajuda é sempre bem vinda. Tudo que vem para acrescentar é bom, ainda mais informações de algo que mexe com seu dinheiro. Leia, procure vídeos, investidores conhecidos e vá em frente. Pode ser uma boa oportunidade de você conseguir um dinheiro extra. Outra dica é investir para que esse dinheiro seja parte da sua aposentadoria.

Inspire-se em George Soros para começar a investir

Se você está começando agora no mundo dos investimentos, recomendo que você busque por conhecimentos e inspirações dentro desse mercado. É muito importante que você saiba que para ser um grande investidor de sucesso, é preciso que você estude muito e consiga lidar com a instabilidade dessa área. Até o final do texto, também vamos te ensinar a investir na bolsa de valores começando do zero.

 

Por falar em inspiração, no texto de hoje, vou falar sobre um investidor que está sempre no centro das atenções do mercado de ações. O nome dele é George Soros, que tem sua fortuna avaliada em 24,2 bilhões de dólares, segundo a revista Forbes. Mas se você pensa que sua fama vem por conta dessa poderosa fortuna, está enganado. Soros tem uma grande fama por ter um perfil excêntrico e instigante.

 

Ele se graduou na London School Of Economics e em 1956 ele se mudou para os Estados Unidos e passou a viver por lá. E foi a partir daí que Soros começou a sua carreira como investidor e até hoje vive disso. George é consagrado um dos melhores e maiores investidores do mundo.

 

Toda essa sua historia e trajetória é refletida no modo em que George Soros usa para fazer seus investimentos. Ele sempre foi muito ousado, pois não tem medos de riscos, como muita gente tem e, é, normalmente, muito certeiro. Se você se identifica com Soros, continue lendo esse texto. Se você ainda não se identificou, não se preocupe, tenho certeza que no decorrer do texto, terá alguma coisa ou outra que você irá se identificar.

 

Tem uma coisa que Soros sempre bate na tecla e que eu também sempre vou falar várias vezes, que é sobre estudar o mercado. É muito importante que você saiba que escolher as melhores aplicações e acompanhar a evolução dos investimentos não é uma tarefa extremamente divertida, até porque, se for divertido, com certeza você está fazendo alguma coisa errada.

 

Por conta do mercado instável, Soros é um muito frio e calculista no quesito investimentos. Isso acontece para evitar que os sentimentos desnorteiem e distorçam seus resultados como investidor. É simples: quando você age de forma racional, nesse mercado, você passa a enxergar com mais clareza os riscos aos quais você pode passar naquele momento. Mas também é importante que você não deixe que seu otimismo em grande quantidade te deixe arriscar mais do que deveria.

 

Por isso que vale pensar duas vezes quando bater na sua porta aquele investimento que é considerado monótono, mas que podem te trazer retornos mais consistentes e firmes. Sem duvidas, é melhor fazer isso do que investir naquela ação que te obriga a tomar muitas decisões todos os dias e está sempre escondendo alguma surpresinha por trás.

 

Bom, o que temos em mente aqui, é que não há nada de errado em arriscar, desde que você não arrisque tudo que você tem. Isso é uma das coisas que Soros afirma e segue à risca. Na verdade, ele é quase a personificação da frase “quem arrisca, não petisca”, já que ele já acumulou uma boa parte de seu dinheiro, com operações que são bastante ousadas e arriscadas. Nada surpreendente para o perfil de Soros.

 

Mas também é certo dizer que ele se arrisca sem “viajar” muito, ou seja, sem tirar os seus pés do chão. Por conta disso, Soros, assim como qualquer outro investidor experiente no mercado, sempre busca modificar os seus investimentos, para que no momento em que um planejamento estiver completamente errado, existirão outros investimentos que poderão suavizar as perdas.

 

Esse mercado de ações, é um mercado que está constantemente em um estado de incerteza e movimento. É por essa e por outras razões, que você sempre deve estar estudando e conhecendo o mercado de ações. Vale lembrar que isso não é uma tarefa fácil, mas nada cai do céu, principalmente numa área tão instável quanto essa. Apenas se esforce e dedique, que tudo fluirá naturalmente.

 

Como Soros é muito conhecido por ter um perfil um pouco violento de investimento e por remar contra a maré, George também é conhecido por ter criado a teoria da reflexividade. Com certeza, se você estiver começando agora no mundo dos investimentos, você já ouviu falar sobre essa teoria mesmo que seja apenas uma vez na vida. Mas continue lendo, pois ela é importante para quem vive nesse mercado.

 

A teoria da reflexividade nada mais é do que quando os mercados se afastam do equilíbrio, como em um movimento de alta brusca e as próprias atitudes dos participantes contribuem para que esse equilíbrio seja perpetuado, assim como um reflexo. George Soros tenta identificar esses movimentos de desequilíbrio e a capacidade que eles têm de se retroalimentar. Assim, Soros acaba seguindo uma tendência, por mais que elas contrariem as teses científicas e fundamentos, porque segundo a teoria da reflexividade, a própria tendência altera fundamentos e leva a lógica a falhar.

 

Não há dúvidas de que esse planejamento pode ser algo bem complicado, pois não é uma tarefa fácil analisar a capacidade de uma determinada tendência a se perpetuar. Porém, isso nos traz um alerta muito importante: existem tendências no mercado que nem sempre são razoáveis. É essencial que você raciocine bastante antes de entrar no investimento que todos os seus amigos estão comentando. Bato na tecla e repito: estude todo e qualquer investimento antes de sair investindo por aí. É o seu dinheiro quer está em risco, não é o de mais ninguém. Estude.

 

Soros também admite que, mesmo tendo criado a teoria da reflexividade, havia alguns momentos durante a sua carreira em que ele não tinha nenhum processo reflexivo em andamento e que, em outras vezes, ele fracassava em achar esse processo reflexivo.  Soros afirma que freqüentemente investia sem ter uma teoria que guiasse as suas decisões e que muitas vezes, seus movimentos não eram muito diferentes de quem investia  aleatoriamente.

 

Isso é um passo de Soros que você não deve se inspirar. Faça exatamente ao contrário. Não deixe que o “destino” cuide das coisas no seu lugar. A principal lição disso tudo, é saber que o mercado de ações é completamente imprevisível. Tanto para se dar conta de que sua aposta pode estar errada, quanto para entender que é preciso evitar certas coisas e não concentrar todos os seus investimentos em apenas uma aplicação. Esse é um aprendizado muito importante.

 

Saber que está errado também é um dos pontos principais. Reconheça seus erros no mercado. Se o planejamento que você criou não estiver dando certo, não se preocupe, só não dobre a sua aposta, pois pode ser um erro fatal. Saiba que o investidor nunca deverá ter vergonha de vender uma ação por um valor menor ao que ele pagou na época. Já que é mais arriscado investir em investimento que já não está muito bom, pois pode ser mais doloroso no bolso, do que o reconhecimento de que sua estratégia anterior falhou.

 

Se você ainda não é investidor, mas quer saber como começar a investir na bolsa de valores, fique ligado nesse texto para entender como funciona o mercado de ações, os riscos e o que é de fato tudo isso. Só não se esqueça que a bolsa de valores é um meio para alcançar seus objetivos e não um fim.

 

Ao contrário do que você pensa, investir na bolsa de valores é algo extremamente prático. Mas antes de eu explicar como investir na bolsa de valores, acho importante e interessante saber o que é a bolsa de valores, porque ela existe e quais são as melhores formas de investimento.

Bom, a bolsa de valores é basicamente um mercado online, onde as empresas e os investidores se encontram para negociar as ações. Na bolsa de valores, podem ser negociados ações de empresas dos mais diversos setores, como de saúde, bancário, de consumo e assim por diante.

 

E por que existe a bolsa de valores? Na verdade, a bolsa de valores surgiu como um meio para as empresas captarem dinheiro e recursos, para investirem em si mesmas. Parece complexo mais não é. Sendo mais clara: as empresas vendem um pedacinho delas para pessoas ou empresas, em troca do dinheiro delas.

 

No final de tudo, essas pessoas ganham uma participação na empresa, o que dá direito a elas receber parte dos lucros que essas empresas ganham e até mesmo outros direitos também. Já as empresas conseguem captar um dinheiro a mais, com um preço mais barato do que conseguiriam no banco, por exemplo. Ou seja, todo mundo sai ganhando nessa história.

 

Uma das maiores vantagens que tem na bolsa de valores para os investidores, é que provavelmente, teríamos pouquíssimas chances de investir em grandes empresas. A bolsa de valores é como se fosse um facilitador para que possamos fazer essas transações.

 

Agora mudamos o foco: o que são as famosas ações? Falei à beça aqui no texto sobre as ações, mas ainda é fato não consegui explicar realmente o que elas são. As ações são pequenos pedaços de uma empresa. É como se essa empresa fosse dividida em mil pedaços. Ou seja, podemos afirmar que uma empresa é um conjunto de ações.

 

Quando você compra um desses mil pedaços que a empresa tem, você consequentemente se torna sócio dela. E sendo sócio, você tem direito aos lucros que essa empresa ganha e em alguns casos, tem até direito de voto na assembleia, por exemplo.

 

Agora você me pergunta: por que eu devo começa a investir na bolsa de valores? A resposta é simples. Porque a bolsa de valores mostra resultados muito bons em longo prazo. Ressaltando: longo prazo. Não ache que se você começar a investir hoje, amanhã você já estará com 1 milhão de reais na sua conta.

 

Infelizmente, aqui no Brasil, ainda não temos essa cultura de investir na bolsa de valores, por ser considerado um investimento de alto risco para os investidores. Mas como falei anteriormente, tem uma coisa que as pessoas não levam em consideração, que o risco está bastante associado com o prazo.

 

Outra coisa interessante para ressaltar, é que não precisa de um valor mínimo para começar a investir na bolsa de valores. Ou seja, se você tem um dinheirinho guardado, mesmo que seja pouco, você já pode investir, pois não existe um capital mínimo para isso.

Eu recomendo que, quem possui um valor baixo, como por exemplo R$1.000,00, comece a

investir em fundos. Assim, os seus custos não serão tão altos e isso não irá estragar a sua

rentabilidade. E se você for fazer aportes mensais baixos, também recomendo que comece

investindo em fundos.

 

Existem alguns meios para começar a investir na bolsa de valores. Um deles é investindo diretamente na bolsa. Os outros são por meio de fundos, como acabei de falar agora, e por meio de clubes. Vale ressaltar também que é possível fazer o seu investimento pela internet.

 

Pois é. Não se assuste. Com a tecnologia que temos hoje, não poderia ser diferente. Você pode estar em qualquer lugar do mundo, a qualquer hora, investindo o seu dinheiro em alguma ação. Sensacional, né? Você pode ser um investidor de sucesso morando em outro país, por exemplo.

 

Se você não sabe o que fazer para dar início a sua vida no mundo dos investimentos, fique tranquilo que a gente vai te explicar. Primeiramente, você vai ter que abrir uma conta numa corretora de valores para você transferir o dinheiro da sua conta corrente para ela, pois é através dela que você vai fazer seus investimentos. Quando o dinheiro for transferido e cair na conta da corretora, você já pode começar a operar, vender, comprar ações. Essas transações normalmente são feitas pela internet, inclusive quando você quer comprar fundos ou até mesmo cotas de clube, e isso agiliza muito esse processo para o investidor. Mas tenha calma. É muito importante que você saiba exatamente o que está fazendo, antes de começar a investir por aí.

 

Agora que você já sabe como fazer para investir na bolsa de valores, comece a pesquisar uma corretora de confiança para já abrir a sua conta. Lembre-se de que não é preciso de um valor mínimo para começar a investir, ou seja, não tem mais desculpas. Se inspire no Soros, por exemplo, e não deixe de estudar e conhecer esse mercado que pode te tornar um investidor de muito sucesso.c